Carregando Eventos
Ta rolando
Beto Lee e Pedro Baby tocam juntos em homenagem ao Tropicalismo

Beto Lee e Pedro Baby tocam juntos em homenagem ao Tropicalismo


24/11/2016 -

  • Este evento já passou.

Beto Lee, filho da cantora Rita Lee (ex-mutante) com o guitarrista Roberto de Carvalho, e Pedro Baby, filho de – dois integrantes dos Novos Baianos -, Baby do Brasil e Pepeu Gomes, se juntam em homenagem ao um dos maiores movimentos culturais aqui do país: a Tropicália.

Seus pais marcaram a música brasileira, assim como o movimento tropicalista, e agora os meninos tocam músicas que representou essa ruptura cultural no Brasil.

Os dois já se apresentaram juntos diversas vezes, desde o encontro no programa televisivo “Som e Areia”. E agora, em abril, apresentam esse repertório marcante no Teatro Municipal Cacilda Becker, em São Paulo.

O show acontece no dia 23, às 21h, e o melhor é gratuito, pois faz parte da programação do Circuito Municipal de Cultura.

Quer saber mais sobre o Tropicalismo?

Era o final da década de 1960, a sociedade brasileira vivia sobre o regime da ditadura, enquanto não se podia falar, surgiu a Tropicália, que era bem ao contrário de toda aquela seriedade.

Uma mistura de das manifestações tradicionais de cultura brasileira com inovações estéticas radicais influenciadas pela vanguarda e a cultura pop. Parecia ser mais uma fase artística, mas causava uma mudança comportamental na sociedade.

A música foi a principal porta voz do tropicalismo. Os maiores representantes eram Caetano Veloso, Gal Costa, Gilberto Gil, Torquato Neto, Os Mutantes e Tom Zé.

Outras manifestações artísticas também se envolveram, como o cinema de Gláuber Rocha, as peças teatrais de José Celso Martinez Corrêa e nas artes plásticas destaque para Hélio Oiticica.

O momento crucial da Tropicália foi o Festival de Música Popular Brasileira (1967), no qual Caetano Veloso interpretou “Alegria, Alegria” e Gilberto Gil, ao lado dos Mutantes, “Domingo no Parque”.

Em 1968 chegou o fim do movimento tropicalista, dando ao espaço a outro, que durou bem menos, o pós-tropicalismo, que apresentavam em suas letras caráter mais sombrio.

 

Detalhes

Data:
23 abril 2016