Se liga Websérie retrata o universo da maternidade sem idealizações

Websérie retrata o universo da maternidade sem idealizações

A diversidade de ser mãe e a singularidade dessa experiência são retratadas na produção


19/05/2017 - Lucas Hensou

Bem longe do lugar comum do ditado “Ser mãe é viver no paraíso”, mas ainda assim, perto o suficiente para mostrar que mesmo sem perfeição, a maternidade é uma experiência e tanto.

Este é o mote da websérie inédita “Mãe, Manhê” dirigida por André Bushatsky e produzido pela Twins Filmes. São quatro episódios que revelam a maternidade em diferentes formas, contornos e em toda sua complexidade e também singularidade.

Tem a mãe que ao engravidar acreditava estar esperando uma menina – mas que hoje equilibra a carreira e a criação de dois meninos. Tem a mãe que “passou da idade” e resolve bancar o sonho da maternidade. Existe ainda aquela que contou com o ex-namorado para gerar e agora cria duas gêmeas com a ajuda da ex-sogra. Há ainda um casal de mães, provando que não há regras, limites ou convenções para o amor e, é claro, para a maternidade.

Mãe, Manhê”  terá seu primeiro episódio exibido em 23 de maio de 2017, na landing page  especialmente criada para o projeto. A cada semana, um episódio será lançado, e ao longo do mês o público será convidado a interagir e contar sua história de maternidade em um vídeo de até um minuto.

As gravações de “Mãe, Manhê aconteceram durante o ano de 2012, em São Paulo. A direção de fotografia é assinada por Alan Fabio Gomes, a montagem e a finalização são de Rafael Tozzati, e a trilha sonora é de Bruno Elisabetsky.