Se liga Novo álbum de Bloco do Caos aborda sobre desigualdade e política

Novo álbum de Bloco do Caos aborda sobre desigualdade e política

O álbum “Coalizão dos Indesejados” tem produção de Rodrigo Castanho, que já trabalhou com bandas como Nx Zero e CPM 22


24/05/2017 - Anna Rosa

A banda de reggae Bloco do Caos lança o seu primeiro álbum. O “Coalizão dos Indesejados” tem a participação dos músicos Tato Cruz, do Falamansa e Vitor Isensee, ex-integrante do Forfun. Além de contar com a produção de Rodrigo Castanho, vencedor de três Grammys Latino.

O álbum tem a produção de Rodrigo Castanho, vencedor do Grammy Latino por três vezes. Rodrigo explica que ficou muito impressionado com a energia dos integrantes no palco, e que, mais ainda quando o trabalho lhe foi apresentado pela qualidade das músicas, profundidade nas mensagens e a criatividade.

Vitor, Isensee, por sua vez, relata que “Foi um prazer e uma honra trabalhar e estar no disco do Bloco do Caos. Conheço a banda há alguns anos, desde a época de Forfun, e fiquei muito feliz em poder participar de “Heróis de Bronze”, uma música que, na minha cabeça, aborda a questão da competitividade, de ser alguém bem-sucedido em uma sociedade que valoriza mais a posse do que a bagagem que a pessoa deixa para o mundo. Existem muitos Heróis de Bronze por aí, os anônimos do dia a dia, que são verdadeiros vencedores”.

A banda paulista está na ativa desde 2013 e procura conscientizar a todos a fazerem uma reflexão das suas letras. No último álbum, a mensagem dominante gira em torno da política, violência, do consumismo e da hipocrisia “O novo álbum aborda a necessidade de se falar em empoderamento das pessoas que, historicamente, estão à margem da nossa sociedade”, explica Ale Casarotto, vocalista.

Após o lançamento na página dos Brasileiríssimos, “Coalizão dos Indesejados” alcançou a marca de 50 mil visualizações. Pelo Spotify, a música “Heróis de Bronze” está em destaque na playlist Nação Reggae tendo um alcance de 10 mil plays em 3 dias. O álbum está disponível nas principais plataformas de música do Brasil.

Escute o álbum na íntegra”