Se liga Banda de idosos alegra bailes em Santo Amaro

Banda de idosos alegra bailes em Santo Amaro


27/07/2016 - Lucas Hensou

“A alegria é a tônica em nossos bailes” diz Neli Silveira, coordenadora da banda Caminho Livre.

Formada há doze anos, a banda Caminho Livre nasceu de um projeto que visa oferecer uma melhor qualidade de vida aos idosos. Coordenada pela aposentada Neli Silveira, a banda carrega uma grande missão: transformar a vida de pessoas por meio da música.

A banda surgiu de um projeto, o Caminho livre, daí o seu nome, que foi criado na Unidade Básica de Saúde Vila Arriete, no distrito de Santo Amaro. O projeto atendia uma demanda da Secretaria de Saúde, que percebeu um grande número de pessoas idosas sem atividades e atenção especial.

Mesmo com o fim do projeto, a banda continuou a existir. Neli Silveira de 72 anos, colaboradora do antigo projeto, mesmo aposentada, decidiu tomar a frente da direção da banda: “Com o término do projeto, dentro da unidade, eu entendi que devíamos continuar nesta trilha, ainda que independente da secretaria de saúde” comentou.

Com o fim do patrocínio da Secretaria de Saúde, Neli fez uso de sua aposentadoria para cobrir os custos da banda durante um longo tempo. Hoje, ela passa por dificuldades e pensa em buscar patrocinadores.

A banda abre espaço durante as suas apresentações para debates com orientação a doenças infecto contagiosas. Para a coordenadora a ideia é “Usar estes vovôs e vovós como arautos das informações recebidas nos eventos” para que eles as divulguem para seus familiares, vizinhos e amigos.

O grupo já se apresentou na Câmara Municipal de São Paulo e vem fazendo apresentações beneficentes em hospitais, centros culturais e eventos temáticos do bairro.

Atualmente, a banda realiza todo segundo sábado do mês, um evento especial no Paço Cultural Júlio Guerra, mais conhecido na região como “Casa Amarela”. O evento é aberto ao público e tem entrada gratuita.