Rodando a cidade Sala São Paulo

Sala São Paulo


Localizada no Centro Cultural Júlio Prestes, que foi inaugurado em 1999, ao lado da Estação e da Pinacoteca.

O governador Mário Covas percebia que em São Paulo faltava poucos espaços para a música erudita, além do Theatro Municipal. Visou que a antiga Estação Júlio Prestes poderia abrigar uma sala exatamente para apresentações de concertos sinfônicos e tornar-se a sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP).

Em 1995 começaram as obras, que tornaria aquele espaço até então não utilizado na Sala São Paulo, e que em 2015 seria classificada como uma das melhores casas de concerto do mundo pelo jornal britânico The Guardian.  A construção fica localizada exatamente onde era o Grand Hall da Estação Júlio Prestes,

Toda a arquitetura foi idealizada em salas europeias e o planejamento da acústica deu tão certo que é considerado melhor do que salas europeias e americanas.  O teto é ajustável e pode chegar a uma altura de 25 metros.  São quase 1.500 lugares, distribuídos entre  em 22 balcões e a plateia.

Semanalmente há concertos da OSESP, e outras orquestras do mundo todo se apresentam na Sala São Paulo. Os ingressos tem um preço acessível e podem até serem gratuitos.

O espaço também pode ser alugado para outros eventos.